Saiba
Bradesco avalia que é melhor não oferecer consignado para beneficiários do Auxílio Brasil; Motivo chama atenção
'Entendemos que essas pessoas terão mais dificuldade quando o benefício cessar e, por isso, preferimos não operar', disse Octavio de Lazari Jr.

Publicado em 06/08/2022 08:40

Foto/Reprodução


O presidente do Bradesco, Octavio de Lazari Jr., disse que o banco entendeu que é melhor não operar o consignado para os beneficiários do Auxílio Brasil.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

"Como é de taxa de juros muito alta, como é uma operação em que as pessoas terão o auxílio por período definido, nós entendemos que é melhor não operar na carteira, pois estamos falando de vulneráveis", afirmou o presidente do Bradesco.

"Entendemos que essas pessoas terão mais dificuldade quando o benefício cessar e, por isso, preferimos não operar", respondeu Lazari Jr.

 Conheça 5 cartões sem anuidade mais fáceis de aprovar

Hoje, o Valor mostrou que os bancos privados resistem a essa modalidade de consignado e que, no primeiro momento, ela deve se restringir aos bancos públicos. Além disso, ainda é preciso que o Ministério da Cidadania publique a regulamentação

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Entenda quais são as consequências de ter o “nome sujo”

Do Valor Economica


COMPARTILHAR NO WHATSAPP